sábado, 16 de outubro de 2010

Importância da Evangelização Infantil


É uma pena em muitas igrejas acharem que a evangelização infantil não tem importância ou que os departamentos infantis na igreja só servem para depósito de crianças, para que assim não incomodem nos cultos.


Para aqueles que trabalham em tal departamento, é importante lembrar que, não são babás de crianças e sim evangelizadores e ministros da Palavra de Deus. Pois, aquele que se sente como babá não tem compromisso e não se prepara para uma aula com preceitos de Deus. Ficando sem proveito onde as crianças são prejudicadas.


As crianças são o futuro para uma nação melhor e abençoada. Mas isto não será possível sem que elas tenham uma base de comunhão com o Senhor. Quantas crianças conhecemos, que sabem pelo menos cinco histórias da Bíblia, mas não sabem orar.


Uma pergunta interessante: Por que darmos atenção às crianças?


A resposta é bem simples. Porque Jesus dá atenção especial às crianças, pois estas são discípulas de Deus, e O adoram com humildade e aceitação mesmo não podendo vê-Lo ou tocá-Lo. Pelo simples fato de saberem que Ele existe e é real pela Tua graça e misericórdia.


“Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus. Mt 19.14”. Nosso dever não é impedir delas conhecer Jesus e o caminho da salvação e sim, pegar sua mãozinha e levá-la até Ele, pois, “Assim, também, não é vontade de vosso Pai, que estás nos céus, que um destes pequeninos se perca. Mt 18.14”


Contudo, esta atenção com as crianças vem desde a época de Moisés.


Em uma gestação que gerava o medo, pode-se imaginar quantas vezes esta mãe deve ter orado para que fosse uma menina. Porém, Deus lhe deu um menino e o abençoou, para que através deste trouxesse salvação para o povo de Israel, libertando-os das mãos do Faraó do Egito.


Aconteceu algo parecido com Samuel. Sendo ele filho de um milagre já que sua mãe era estérea. Foi morar no templo com três anos de idade e ainda criança escutava a voz de Deus e obedecia Suas leis.


Timóteo também era uma criança quando o Apóstolo Paulo o ensinou as letras tornando-o num grande pregador.


Não podemos, entretanto, esquecer de Davi. Uma criança com caráter de um guerreiro e coração de adorador. Pois, ainda criança Deus mandou que Samuel ungisse-o e o chamava de “meu servo”.


A Palavra nos di em João 13.15: “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também”. Então não despreze seu chamado, o seu ministério e mãos à obra.


Geração da Fonte


Devido a essa atenção às crianças, Deus tocou no coração do Apóstolo César Augusto e da Bpa Rúbia (Líderes da Igreja Fonte da Vida), que organizaram um departamento, a Geração da Fonte.


A proposta da Geração da Fonte juntamente com o compromisso da Igreja Fonte da Vida é levar o amor de Deus pelas crianças a sério e ensinando-lhes o caminho do Senhor. “ensina a criança o caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele”; e o caminho da salvação, “ eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao pai senão por mim”.


A Geração da Fonte nos desafia a não olhar a criança como um discípulo futuro e sim como uma realidade presente. Pois, Deus usa as crianças para falar conosco. Passamos por situações onde uma criança nos diz algo, e isso nos toca fazendo-nos refletir.


A Geração da Fonte olha a criança como ser único, que assim como seus pais e responsáveis vêm ao culto para receber de Deus e se encher de renovo de cura, unção e milagre, elas também precisam descobrir uma maneira prática como sua fé relaciona-se com sua vida diária.



Referência: Blog - Cantinho da Tia Carol.

http://cantinhotiacarol.blogspot.com/p/importancia-da-evangelizacao-infantil.html

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Arqueólogos descobrem templo filisteu na cidade natal de Golias


Arqueólogos em Israel, recentemente, descobriram um templo filisteu no local onde teria sido a cidade natal do gigante guerreiro Golias.

As ruínas do templo estão localizados na antiga cidade de Gate e remonta ao século 10 a.C., de acordo com o Prof. Aren Maeir do Departamento Martin de Estudos e Arqueologia das Terras de Israel da Universidade Bar Illan. O templo descoberto tem uma imagem arquitetônica semelhante ao descrito na história bíblica de Sansão, que derrubou o templo do filisteu Dagon sobre si mesmo.

“Nós não estamos dizendo que este é o mesmo templo onde a história de Sansão ocorreu ou mesmo que a história não ocorreu,” disse Maeir, que dirigiu a escavação no local durante os últimos 13 anos, ao The Jerusalem Post, na semana passada. “Mas isso nos dá uma boa idéia de que a imagem de qualquer um que tenha escrito a história, teria sido de um templo filisteu.”

Este é o primeiro templo filisteu encontrado em Gate.

Além da descoberta do templo, a equipe também encontrou provas de um grande terremoto do século 8 a.C. que poderia ser o terremoto mencionado nos livros de Isaías e Amós.

“Se os sismólogos estão certos, um terremoto de 8 graus na escala Richter teria nivelado uma grande cidade,” disse Maeir. “A intensidade da energia necessária para mover as paredes parecem ter sido de algo muito poderoso.”

“O que temos aqui é uma prova muito forte de um terremoto dramático, um acontecimento natural, que deixou uma impressão muito significativa sobre os profetas bíblicos do tempo.”

Maeir e sua equipe internacional descobriram no templo na antiga ruína, montagens de Tel Tzafit National Park, na planície costeira do sul.


Por Ethan Cole (Christian Post Reporter)

Fonte: O Verbo / Christian Post

Palavra

O caminhão, a Física e a Inveja


Dia desses li uma frase na traseira de um caminhão que me levou a uma profunda, e confusa, reflexão. "A força da sua inveja é a velocidade do meu sucesso". Nossa! Vejam onde a inveja foi parar, na Física! Newton levou tanto tempo para concluir em sua segunda lei que força é o produto da massa pela aceleração e, de repente, pelas ruas da cidade impera uma nova lei, força é igual à velocidade, simples assim. Que confuso isso, só podia ter inveja no meio. Deixando a Física de lado (para alívio de alguns), falemos somente da inveja e do sucesso. Sucesso atrai inveja? Sim, é inevitável. Mas, é a inveja do outro que mantém o meu sucesso? E quando eu não me sentir invejado, sou um fracassado? Complexo isso.

Amado? Respeitado? Que nada, com essa nova lei, a moda agora é ser invejado. Ainda estou para ver alguém com a frase estampada na camiseta: "Não me admire, me inveje!". Se as pessoas te admiram, elas podem seguir seus passos e obter o mesmo êxito. Mas, se te invejam, é porque "não conseguem" ser iguais a você. Prato cheio para nosso ego, a “incrível” sensação de sermos inigualáveis. Mas, essa comida não é saudável. É triste notar que vivemos em uma sociedade que dá valor à inveja alheia. Faz-se de tudo para "conquistar" a inveja do outro, até mesmo aquilo que o pretenso invejado não aprova. A inveja parece onipresente, está nos outros, nos caminhões, nos outros, nas camisetas, nos outros e até na Física! Só existe um lugar em que a inveja jamais está: em nós, não é mesmo? Se a resposta for muito rápida, talvez ela não seja sincera. Até aqui foi falado somente da inveja dos outros, mudemos o foco. E nós, será que temos inveja? Feita a pergunta, que ressoem os grilos.

Se depender de auto-avaliação, inveja só existe no dicionário. É simples a constatação. Já ouviu alguém dizer que é invejoso? Por incrível que pareça, existe "feio assumido", "gordo confesso" e "chato declarado", mas invejoso... jamais! Parece instintivo, quando lemos ou ouvimos alguma mensagem sobre inveja rapidamente nos vem à memória uma pessoa com quem desejamos "compartilhar" a reflexão, afinal, o assunto, definitivamente, não é conosco. Aos próprios olhos, não existe invejoso. Mas, se a palavra de Deus nos alerta repetidas vezes sobre essa tal inveja, é porque ela deve existir em algum lugar. Será que é dentro de nós? De fato, ninguém está imune a ela, nem mesmo a primeira família da terra estava.

Antes de Caim assassinar seu irmão, seu coração foi tomado pela inveja. Ao ler essa história, percebemos que o sucesso de Abel incomodava Caim. O próprio Deus já havia lhe dito: "... por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não é certo que serás aceito?" (Gn. 4:7). Assim é o invejoso, sempre irado e com semblante triste. O que lhe motiva não é necessariamente o seu desejo próprio de crescer, de fazer o bem e ser aceito por Deus, mas sim de que o outro seja menor do que ele. É assim, se o outro não é melhor, tudo bem. Olha tanto para o outro que não vê os próprios erros. Deus estava falando com Caim, corrigindo-o, alertando-o para guardar seu coração e mostrando-lhe que ele também podia acertar. Mas infelizmente ele não ouviu, aliás, não quis escutar.

Ninguém tem inveja, a inveja é que tem alguém. Se não for dominada, ela sujeita a pessoa a uma amarga e silenciosa escravidão. Destrói emoções, relacionamentos, princípios. E o pior, destrói nossa sensibilidade à voz de Deus. "O rancor é cruel e a fúria é destruidora, mas quem consegue suportar a inveja?" (Pv. 27:4). Ninguém a suporta, nem o próprio invejoso. "O coração em paz dá vida ao corpo, mas a inveja apodrece os ossos" (Pv.14:30). Se a inveja já destruiu algo de bom em sua vida, você pode reconstruir ouvindo a voz de Deus. Aproveite a chance que Deus lhe dá, guarde suas emoções! Se não souber o que fazer com a inveja, faça como o sábio caminhoneiro, coloque na traseira de um caminhão, na Física, mas nunca no coração.


Pr. Paulo Júnior

http://fontedavida.com.br/novo/index.php?area=mostra_artigo&idn=69&O caminhão, a Física e a Inveja

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

..."Louvado seja o nome de Deus para todo o sempre;
a sabedoria e o poder a Ele pertencem.
Ele muda as épocas e as estações, destrona reis e os estabelece.
Dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos que sabem discernir."
(Daniel 2:20-21)

De 12 de Setembro à 02 de Outubro
7:00h, 12:00 e 19:30 na igreja Fonte da Vida
Rua Direita, nº93 - Centro



sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Humor...

HAHAHA HAHA HAHA...



Promoção do Dia:


Junte três pontos e ganhe uma

RETICÊNCIA...







CHARGES






















domingo, 15 de agosto de 2010

Curiosidades Bíblicas:


Há 3573 promessas na Bíblia.


Os versículos 8, 15, 21 e 31 do Salmo 107 são iguais.


Matusalém, o homem mais velho da Bíblia, morreu antes de seu pai, Enoque, que ascendeu ao Céu.


Ló era o pai de Moabe e Bem-ami, e também o avô dos dois porque "as duas filhas de Ló conceberam do próprio pai". Gênesis. 19:36-38.


Há 8.000 vezes a palavra "Senhor".


A volta de Jesus é citada 1845 vezes.


A frase: “Não temais” aparece na Bíblia 366 vezes. Uma para cada dia do ano e uma sobra para o ano bissexto.


A primeira citação da redondeza da terra, foi feita por Galileu [1564-1642]. Todavia bastava os descobridores conhecerem a Bíblia. Isaías 40:22.


A arca de Noé media 134 m de comprimento, 23 m de largura e 14 m de altura. Sua área total nos três pisos era de 9.250 m2 e um volume total de 43.150 m3 aproximadamente: o que a torna próxima das embarcações atuais. Gênesis 6:15-16.


Noé passou na arca com sua família e com os animais 375 dias. Gênesis 7:11. 8:13-19.


Davi além de poeta, músico e cantor foi inventor de diversos instrumentos musicais. Amós 6:5.


Davi foi ungido 3 vezes, obtendo uma gloriosa confirmação divina e humana. I Samuel 16:1-13. II Samuel 2:4. I Crônicas 11:1-3.


O único capítulo que termina com 2 pontos (:) é Atos 21.


A "Epístola da Alegria", a carta de Paulo aos Filipenses, foi escrita na prisão, e as expressões de alegria aparecem 21 vezes na epístola.


A idéia organizacional é bíblica e foi implantada por Moisés no deserto sob a orientação de um sacerdote - Êxodo 18:13-26.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Bíblia Online

Conheça a mais prática e completa "Bíblia Online".


Lá você tem:

  • acesso a todo o conteúdo da Bíblia.
  • inúmeras traduções disponíveis.
  • campo de busca por palavra.
  • mapas.

Entre e desfrute. Em casa; no seu local de trabalho; no noot...

E que Deus te abençoe





quinta-feira, 8 de julho de 2010

Olhem que legal esse logotipo que encontrei.... rsrs
Irmãos... este deve ser nosso fiel logotipo hem.hehe


Como diz um amigo meu: "Vigia CREEENTE". kkkk

Curiosidades Bíblicas

Olá pessoal...

O blog tem tratado nesses dias com assuntos relacionados à Bíblia. Veja postagens anteriores sobre como e até quando estará sendo feita a tradução da Bíblia para todas as línguas existentes em todo o mundo. E o porque da importância de se ler a Bíblia.
Nós jovens e cristãos temos como necessidade primária na vida cristã a leitura diária deste livro que nada mais é para o cristão do que o alimento. O cristão que não lê a Bíblia fica privado de crescer. Em Provérbios 1:07 diz: "O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução".
Se tivemos em nossa vida a decisão de andarmos com Deus, não podemos desprezar o conhecimento da Sua Palavra. Por isso quero incentivar você que ainda não adquiriu o hábito da leitura, ou até mesmo você que já tem lido a ter mais interesse e empolgação nesta prática tão satisfatória.
No entanto estaremos expondo sempre que possível algumas postagens interessantes sobre a Bíblia. Toda vez que você ver uma postagem com o título: "Curiosidades Bíblicas", dê uma conferida, E comece já a ler e a descobrir você mesmo o imenso universo de maravilhas que temos na Palavra de Deus.

Jesus te abençoe e gere em você fome da Palavra de Deus

Iaracy Nayara


Informações Básicas da Bíblia:

  • "BÍBLIA" vem do grego "Biblion" (que significa "livro"). O plural de "biblion" é BÍBLIA (que significa simplesmente "LIVROS).
  • A Bíblia é o livro mais lido do mundo.
  • Número Total de livros da Bíblia: 66 livros.
  • 39 no Antigo Testamento, 27 no Novo Testamento.
  • Os 39 livros que compõem o Antigo Testamento (sem a inclusão dos apócrifos) estavam compilados desde cerca de 400 a.C., sendo aceitos pelo cânon Judaico, e também pelos Protestantes, Católicos Ortodoxos, Igreja Católica Russa, e parte da Igreja Católica tradicional.
  • O Velho Testamento é cerca de três vezes e meia maior do que o Novo Testamento.
  • Os livros de história cobrem metade do Velho Testamento.
  • Os livros de poesia cobrem um quinto do Velho Testamento.
  • O Pentateuco (os primeiros cinco livros escritos por Moisés) é quase do tamanho do Novo Testamento.
  • O Antigo Testamento foi escrito em hebraico, com exceção de algumas passagens em Esdras, Jeremias e Daniel que foram escritas em aramaico.
  • O Novo Testamento foi originalmente escrito em Grego.
  • Inicialmente, os escritos da Bíblia não eram divididos em capítulos e versículos; a divisão em capítulos só veio a acontecer no ano 1250 d.C., pelo Cardeal Hugo de Sancto Caro, monge dominicano, que dele se serviu para a sua concordância com a Vulgata. Alguns pesquisadores atribuem essa divisão também a Stephen Langton, falecido em 1228. No ano de 1551, Robert Stephen fez a divisão em versículos, publicando a primeira Bíblia, assim dividida em 1555, a Vulgata.
  • Em 1525, Jacob Bem Haim, na Bíblia Bomberg, em Veneza, também havia dividido o Antigo Testamento em versículos.
  • A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).
  • A Bíblia inteira foi escrita num período que abrange mais de 1600 anos.
  • É uma obra de cerca de 40 autores, das mais variadas profissões: de humildes agricultores, pescadores até renomados reis.
  • O primeiro Salmo encontra-se em II Samuel 1:19-27, um lamento de Davi em memória de Saul e seu filho Jônatas.
  • O Antigo Testamento termina com uma maldição, e o Novo Testamento termina com uma benção.
  • O último livro da Bíblia a ser escrito foi III São João.
  • Há 3573 promessas na Bíblia.
  • Todos os versos do Salmo 136 terminam com o mesmo estribilho: "Porque a Sua misericórdia dura para sempre."
  • João era o discípulo mais jovem dos doze.
  • O Salmo 119 é o mais longo da Bíblia, é um acróstico. Os 176 versículos acham-se divididos em 22 seções de oito versos cada uma, correspondendo a cada uma das letras do alfabeto hebraico.
  • Os escritos antigos não tinham pontuação, parágrafos, capítulos, versículos, divisões, títulos. Eram escritos mais ou menos assim: portantoidefazeidiscipulosdetodasasnacoesbatizandoosemnomedopaiedofilhoedoespiritosanto. É claro que em Hebraico, Aramaico e Grego. Escreviam assim porque o material de escrita era excessivamente caro e raro. Sem espaços, letras maiúsculas ou minúsculas, pontuações ou parágrafos, economizavam mais espaço. Mas isto podia gerar erros de cópia e erros de tradução.

terça-feira, 6 de julho de 2010

O que precisamos para conter a violência?

Não é coisa de filme, nem um problema restrito aos morros cariocas. Chegou até aqui, vivemos dias de criminalidade intensa, de hostilidade e medo. Dia após dia temos visto nos noticiários histórias nefastas de crimes que se superam. Somos uma sociedade encurralada pela violência que assoma dos lares, que invade as ruas, que não poupa aqueles que buscam uma vida correta.
Houve um tempo que podíamos pensar que aqueles que não devem não precisam temer, que tiros e assassinatos atingiam apenas aqueles que se envolviam com jogos, vícios, com o cônjuge alheio. Chegamos a pensar que aqueles que andavam direito estavam seguros. Mas a experiência tem mostrado que não é mais assim. Temos inocentes provando que qualquer um pode ser vítima. A advogada que entra numa rua errada e acaba morta por ladrões que queriam seu carro, o estudante baleado na saída do cinema, a publicitária assassinada ao sair para a palestra na faculdade, as irmãs brutalmente violentadas à caminho da escola— exemplos que atestam que é preciso fazer algo, urgente, para que o mal não nos faça a todos reféns.
Estamos nos dirigindo para tempos de terror se a omissão das autoridades continuar corroborando a ação dos bandidos. O tráfico de drogas por exemplo parece se multiplicar com seus efeitos destruidores e o que é feito? Não existe preocupação em reforçar a fiscalização de nossas fronteiras e parece também não haver reflexão sobre um dos erros mais gritantes dos últimos tempos: ao se livrar de culpa penal aquele que usa drogas, o legislador acabou tornando mais fácil a tarefa do traficante. Não é crime usar, como conter o consumo então?
Assisti a uma matéria em que uma menina contava que perdia a razão quando tinha vontade de usar o crack. A menina de 12 anos ficava cega e não media nada para conseguir acesso à droga. Podia espancar a avó, única pessoa que ainda cuidava dela, podia se prostituir, podia roubar, matar. Diante da voracidade destruidora do vício, nenhum amparo. Não existe centros disponíveis e habilitados para a desintoxicação e a remissão desses jovens. A maioria está fadada a matar ou morrer pelo veneno que os tira da realidade.
É para comprar droga, ou para simplesmente ter um ganho fácil, que meninos se tornam ladrões e matam em troca de trocados. O carro da advogada morta em Goiânia seria vendido por uma bagatela e alimentaria uma rede criminosa que funciona como uma empresa com vários segmentos. A vida fácil, a ociosidade, a esperteza levada às últimas consequências roubaram uma mãe da convivência com sua filha.
A droga é um fator presente na maioria dos crimes que nos chocam. Filhos embriagados são capazes de se voltarem contra mãe e pais num momento de fúria. País drogados ou bêbados podem destruir a própria prole num instante de delírio. O Estado erra ao não levar as questões do tráfico com medidas mais enérgicas. As autoridades de segurança precisam se dedicar mais ao tema, não apenas com serviços que enxugam o gelo sem eficiência mas com a criação de programas amplos e completos de erradicação do tráfico e do crime organizado.
Claro que há crimes em que não existe relação com o tráfico, mas em todas as grandes tragédias existe omissão de quem deveria vigiar. Psicopatas existem em todos os lugares, pobres e ricos, mas o estupro das duas irmãs, que acabou na morte de uma delas poderia ter sido evitado se houvesse uma legislação sintonizada com a realidade. Aquele homem que confessou o crime estava preso. Já era pra ser um problema resolvido pela sociedade. Porém o dispositivo da liberdade condicional, que até pode funcionar em alguns casos, não deveria ser usada para criminosos do tipo que despreza a vida, que mata por prazer. Estupradores, pedófilos, latrocidas são pessoas que só um milagre muda. Três anos de cadeia, cem anos de cadeia, não mudam o que é do caráter desses criminosos. É ridículo uma lei que considere que um estuprador tenha direito a um regime semi aberto. Como se ele oferecesse risco apenas a noite, como se não fosse um maníaco à luz do dia.
Várias vítimas foram abusadas por aquele homem. Além das irmãs, uma mãe também teve a vida interrompida porque aquele monstro a baleou na cabeça. Situações que poderiam ter sido evitadas! Vidas que poderiam ter sido poupadas com uma revisão de uma lei que já não convence ninguém.
Nesses casos porém, ainda houve solução. O criminoso voltou a ser preso. E o que dizer do sofrimento da família de Polianna Borges que ainda nem sabe porque a publicitária morreu e quem a matou? A inteligência do Estado, as forças policiais mostraram-se totalmente ineficazes na descoberta dos assassinos. Se estão mortos ou vivos, quem pode dizer? E se estiverem por aí, fazendo novas vítimas? A família da vítima tem direito à uma explicação e todos nós temos o direito à segurança.
Sem solução apropriada dos casos, sem pena devida aos criminosos, sem responsabilização adequada, os bandidos se encorajam se tornam ameaças maiores. Sem leis severas e sem um sistema eficaz de apuração e responsabilização, até jovens que deveriam ser cumpridores de seus deveres tornam-se atiradores, miram um adolescente aleatoriamente e podem matá-lo por brincadeira, simplesmente porque apostam na impunidade.
É época de eleição e temos que fazer o assunto Segurança pautar os debates de nosso candidatos. Serra, Dilma e Marina, que são os três principais postulantes à Presidência da República precisam expor o que pensam sobre o assunto, quais as soluções propostas.
A saída é promover uma revisão das leis? A saída é unificar as polícias, integrando-as em todo o país e ampliando assim a rede de inteligência? Melhoraria a situação se o policiamento das fronteiras fosse intensificado? Existem modelos no mundo que podem ser copiados com sucesso?
São perguntas que nós devemos fazer e para as quais exigimos respostas de especialistas e propostas governamentais.
Houve um tempo em que ligamos à criminalidade à miséria. Hoje, vencemos muito da miséria que nos assustava mas encontramos outros monstros. A violência, repito, não se recolhe às favelas — está nos bairros nobres, passeia nos shoppings, espera em ruas erradas e em avenidas movimentadas, dorme nas casas das famílias ricas e das famílias pobres. A violência precisa ser combatida como um problema nacional, como uma doença que se não for enfrentada e controlada, progride e pode fazer a nação sucumbir.


César Augusto Machado de Sousa é Apóstolo, Escritor, Radialista, e Presidente da Igreja Apostólica Fonte da Vida. Escreve todas as terças-feiras para o DM. E-mail apostolo@fontedavida.com.br

Fonte: http://www.fontedavida.com.br/novo/index.php?area=mostra_artigo&idn=63&O%20que%20precisamos%20para%20conter%20a%20violência?

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Teatro "Quem sou Eu"

video

Com ajuda da tecnologia Bíblia pode ser traduzida nas 6.909 línguas existentes no mundo

Por Redação Gospel+ em terça-feira, 22 junho 2010

Um esforço cristão de quase dois mil anos poderia ser concluído em 2025. Tradutores protestantes esperam ter a Bíblia, ou pelo menos parte dela, escrita em cada uma das 6.909 línguas faladas no mundo todo.


“Há 20 séculos estamos traduzindo a Bíblia e este período no qual estamos é o mais Produtivo”, disse Morrison Paul Edwards, que dirige a Wycliffe Bible Translators. Os computadores portáteis e satélites têm o crédito para acelerar as traduções de cerca 125 anos.


Anteriormente, uma família missionária Wycliffe ou a equipe passaria décadas aprendendo e transcrevendo um idioma em um canto remoto da Terra.


Os missionários Wycliffe têm o credo “uma equipe, uma linguagem, uma vida. Nesse ritmo a meta seria concluir as traduções em 2150”, disse Edwards.


Ajuda da tecnologia


Os missionários contemporâneos, munidos com a tecnologia e utilizando os tradutores nativos, pode ser capaz de supervisionar as transcrições de várias línguas, de acordo com Edwards.


“Os Missionários Wycliffe não evangelizam, ensinam teologia ou realizam estudos bíblicos. Fornecem a linguagem escrita. Eles ensinam a ler e escrever na sua língua materna”. Os missionários desenvolvem alfabetos e traduzem a Bíblia.


Cerca de 2.200 línguas ainda não possuem uma Bíblia. Cerca de 350 milhões de pessoas, principalmente na Índia, China, África Subsaariana e na Papua Nova Guiné só falam esses idiomas.


Trabalhar na tradução necessita de cerca de 6.600 missionários de carreira e de curto prazo com a formação da Bíblia e da lingüística. Eles estão seguindo o mandamento do Novo Testamento de Jesus no Livro de Mateus: “Ide, pois, e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar todas as coisas que vos tenho ordenado de você”.


Mas os missionários têm que ir à campo com seus próprios recursos ou com o apoio de uma igreja. A missionária Katie Zartman tem 27 anos de campo missionário e é designer gráfico sénior na sede da Wycliffe na Flórida, no estado de Orlando (EUA).


Ela retornou recentemente de uma missão de duas semanas para o Senegal, em língua francesa da África Ocidental, onde ministrou um workshop sobre o layout e design para Saafis, uma pequena minoria do Senegal para que Wycliffe não é apenas traduzisse a Bíblia, mas também ajudasse a criar um pequeno corpo de literatura nativa.


“Metade das pessoas não estavam confiantes em suas habilidades básicas do computador quando eles começaram, mas conseguiram em duas semanas”, disse Zartman.